Benfica – Porto

Um empate em casa nunca é um bom resultado. Seja contra que equipa for. O Benfica mostrou que ainda precisa de crescer e que a sua condição física ainda não está muito boa.

Há agora muito tempo até ao próximo jogo oficial, com o Nápoles a 18 de Setembro, e muito bom trabalho pode ser feito até à viagem a Itália.

O método do sorteio da liga

Haverá alguma razão válida para que uma determinada equipa jogue sempre com o adversário com que outra determinada equipa jogou na jornada anterior? Na época 2007/2008 o FC Porto joga sempre com a equipa que jogou com o Benfica na jornada anterior. Desta vez foi por sorteio mas mais uma vez o Porto sai beneficiado porque joga com uma equipa eventualmente desgastada por um jogo complicado na jornada anterior.

Então porque não recorrer a um programa informático para realizar o sorteio? Uma solução deste tipo (em código aberto para ninguém suspeitar de trafulhices) realizava o sorteio em segundos salvaguardando apenas as restrições estritamente necessárias (coisas como não jogar mais que um determinado número de vezes seguidas fora ou em casa). Até se podia aproveitar e acabar com a simetria entre a primeira e a segunda volta, que também de pouco serve.

Sobre a decisão da UEFA

Sobre a decisão que a UEFA tomou hoje, de suspender o Porto da Liga dos Campeões, tenho pouco a dizer. Admito que estamos perante a oportunidade de aplicar um castigo mais adequado e que complete a pena de 6 pontos dada pela Liga. Pena essa que, ou porque não se quis ou porque não se pôde (e aceito que tenha sido porque não se pôde), ficou aquém da gravidade da infracção. Mais que isto não digo até conhecer a decisão final.

Isto é futebol

Mas que jornada da Liga dos Campeões! Apenas o Porto conseguiu segurar a vantagem que trazia da primeira mão. Esta eliminatória assistiu à queda das 3 grandes favoritas à conquista da liga. Real Madrid e AC Milan depois de vitórias por 2 e 3 golos de vantagem respectivamente deixaram fugir aquilo que parecia mais certo que era a passagem à eliminatória seguinte. O Arsenal depois de empatar a 1 golo fora, foi surpreendido em casa e também foi eliminado. Apenas o Porto que trazia 2 golos de vantagem fez o mais provável. A UEFA é que não deve estar nada contente com esta eliminatória.

Apesar de agora o Porto ser aparentemente a equipa com mais poderio e poder ser favorita os resultados de hoje provam que não há equipas menores e que não vai ser fácil para nenhuma equipa chegar à vitória final. Promete ser emocionante até ao fim esta Liga dos Campões.

Jornada 25 em poucas palavras

O Porto começou a jornada goleando o Belenenses por 4-1. Coisa pouca. A Académica deu-lhes 5 e a jogar fora. O Sporting resolveu o jogo contra o Beira-Mar em 10 minutos e depois encostou-se. O Benfica venceu sem grande chama o Gil Vicente. A Briosa podia ter ganho ao Nacional mas o ataque madeirense não deixou.

Luta

Estará a luta pelo campeonato relançada? Não está, mas está quase. Quer-me parecer que a próxima jornada vai ser muito interessante em relação a isso. Basta ver que os três primeiros classificados jogam com os três seguintes classificados (4º, 5º e 6º). O Porto recebe a equipa sensação do campeonato, o Beira-Mar que penso eu tem equipa para discutir o resultado, mesmo sendo o jogo nas Antas. O Sporting tem o jogo mais difícil dos três grandes, recebe o Boavista e o resultado é claramente incerto. O Benfica recebe o Braga que é sempre um jogo difícil.

Vamos lá ver o que acontece para a semana (e esperemos que seja positivo para o Benfica).

Jornada Europeia

Acabaram por não correr tão bem as coisas como se esperava.

O Porto ganhou e bem ao Partizan. A passagem aos oitavos de final já está garantida e a viagem a Madrid pode ser encarada sem grandes pressões (nenhumas até). O segundo lugar está garantido e o primeiro lugar está longe já que seria preciso um resultado melhor que 1-3 e a jogar fora contra a “galáxia” isso é muito difícil.

O Benfica, frente ao Molde, jogou o suficiente para passar depois de quase ter resolvido a eliminatória no Estádio da Luz. Não era preciso jogar muito e não se jogou muito. Foi um jogo calmo e não surpreende que assim tenha sido. A eliminatória estava quase decidida e a única coisa que podia incomodar era o golo fora do Molde, assunto esse que ficou resolvido aos 30’. Depois disso ainda se marcou um segundo golo e aí já nada havia a fazer por parte dos noruegueses. A próxima eliminatória já deve ser mais complicada.

Finalmente, o Sporting que foi surpreendido em casa pelos turcos do Gencer-não-das-quantas. Um resultado surpresa porque me parece que o Sporting tinha equipa para os turcos. Os dois últimos golos dos turcos parecem-me mal sofridos (apesar de num deles ter ficado por marcar um fora-de-jogo) e isso em alta competição paga-se caro.