Desisto!

Miguel volta a ficar de fora por lesão e eu já não sei o que dizer sobre isso. Parece que andamos a brincar aos clubes de futebol.

Assim, como não quero vir aqui apenas para criticar (de momento parece que não há outra alternativa) vou deixar de abordar o tema Benfica enquanto não se notarem alterações na política do clube ou eu assim o entender.

U(e)fa!

Este post devia ter sido escrito ontem. Não escrevi porque estava um bocado irritado com o Nuno Gomes e com a sua atitude no final da primeira parte. Ainda hoje estou para tentar perceber como é que se deixa de marcar um golo que estava praticamente feito e que obrigava os noruegueses a marcar mais dois golos para eliminarem o Benfica para simular um penalty.

Nem tudo foi negativo, aliás houve muita coisa positiva. As exibições, em especial, de Moreira, Petit, Miguel e a força anímica demonstrada para aguentar toda a segunda parte. Passar 45 minutos a defender não é fácil e mesmo com alguma sorte à mistura a equipa conseguiu aguentar sem nunca quebrar psicologicamente. Foi uma grande demonstração de querer.

Agora segue-se o Inter. Mesmo estando eles em crise de resultados (nós também estamos) não vai ser nada fácil passar a eliminatória.