Continua a campanha

Não é que ainda me espante, mas a campanha que se faz depois de cada jogo do Benfica é qualquer coisa de inacreditável. Só revela que o Benfica está forte e que os adversários não têm mais argumentos senão a irracionalidade do seu discurso.

Desta vez, a maior crítica que se faz ao jogo Marítimo – Benfica é, imagine-se, o árbitro ter cumprido as regras do jogo. Como está escrito nas regras do jogo:

Um jogador, um suplente ou um jogador que tenha sido substituído deve ser expulso do terreno de jogo (cartão vermelho) quando cometa uma das sete faltas seguintes:

(…)

  • usar linguagem ou gestos ofensivos, injuriosos e/ou grosseiros

(…)

Qual é a dúvida?

Está bem que não sabemos ao certo o que o Olberdam disse (e é por isso que defendo que os relatórios dos árbitros deviam ser públicos) mas, para provocar uma reacção tão imediata no árbitro, coisa boa não deve ter sido.

Positivo

Jornada positiva. Começou ontem com a vitória da Académica no campo do Marítimo. Estou convencido que este ano a manutenção vai ser bem mais fácil que o ano passado. Assim quase sem dar por isso a Briosa já arrancou um empate no Bessa, e vitórias em Leiria, Guimarães e ontem na Madeira. Agora só falta ganhar sistematicamente em casa e quanto a isso penso que voltar a jogar no seu estádio vai contribuir muito para isso.

Hoje o Benfica com uma exibição segura confirmou a boa exibição de quinta-feira passada contra o Molde. A entrada de Zahovic na equipa e consequente mudança táctica que além de outras coisas permitiu ao Tiago jogar o que ele sabe foram factores determinantes. Bom jogo também do Geovanni que parece finalmente estar de regresso às boas exibições. E a juntar à moral da vitória o Porto lá perdeu dois pontitos em casa do Moreirense. São agora 9 pontos que podem passar a 6 se ganharmos ao Marítimo. Se tivermos em conta que 3 desses 6 (ou 9) pontos ainda estão por nossa conta o cenário não é assim tão negro quanto os jornais dizem.

Pior é o “meu” Aguinense que voltou a perder, desta vez com o Mealhada. Não há maneira de fazermos um pontinho.

Vontade

Quem não tem vontade de jogar à bola não ganha jogos. E foi isso que se passou hoje com o Benfica. Passes mal medidos, os jogadores que nunca foram capazes de se libertar do pressing do Marítimo e uma apatia geral no tratamento da bola e das situações de jogo só podiam dar nisto.

E se nos dois últimos jogos a equipa jogou bem porque é que face à saída de Zahovic da equipa não jogou Roger no seu lugar? Mantinha-se o modo de jogo e vendo os últimos minutos do jogo de hoje essa até parecia a melhor escolha. Fica muito trabalho para fazer nesta paragem que vem aí e vamos a ver se no próximo jogo contra o E. Amadora as coisas mudam.