Valeu o Varela

Golos de Pepe, Postiga e Varela. Dois deles quase nem se podem chamar de jogadores de futebol.

Dois jogos e três golos sofridos de cabeça perto da baliza. Com centrais como Pepe e Bruno Alves não me parece bem, embora ache que no primeiro golo de hoje o Patrício andou um bocado aos papéis.

Andava lá um gajo parecido com o Cristiano Ronaldo mas não sei quem era. Não alinho na conversa de que o Cristiano do Real Madrid é que é bom e de que o da Selecção não faz nada, mas hoje, com cabecinha, aqueles dois lances (principalmente o segundo) eram golos certinhos e matavam o jogo. Valeu o Varela (não é todos os dias que se pode dizer isto).

É o que há

Convocatória da Selecção Portuguesa para o Euro 2012:

Guarda-redes: Rui Patrício, Eduardo, Beto

Defesas: Bruno Alves, Fábio Coentrão, João Pereira, Pepe, Rolando, Ricardo Costa, Miguel Lopes

Médios: Carlos Martins, João Moutinho, Miguel Veloso, Raul Meireles, Ruben Micael, Custódio

Avançados: Cristiano Ronaldo, Hugo Almeida, Hélder Postiga, Nani, Quaresma, Varela, Nélson Oliveira

Olha-se para a qualidade média dos convocados e vê-se que o tempo em que os jogadores da seleção eram quase todos de topo mundial já vai longe.

Com estes, parece que voltámos aos tempos dos Dimas e dos Tavares.

Era uma vez um gajo calmo e sensato

Só queria deixar aqui uma última nota sobre o caso Ricardo Carvalho. Pelos vistos abandonou mesmo o estágio por causa de não ir ser titular. Confirmado pelo próprio na entrevista que deu à RTP.

E a ideia que eu tinha dele ser um gajo calmo e sensato esfumou-se por completo. Agora parece-me mais um puto mimado que não domina bem as emoções nem o discurso. Acredito que tenha concordado dar a entrevista para se retratar mas acabou a chamar mercenário ao Paulo Bento, por ele recebia ordenado e o Ricardo Carvalho não (claro que isso não é bem verdade, como algumas pessoas repararam).

Uma pena, toda a situação…

 

Novelas

Não acredito que esta cena toda com o Ricardo Carvalho tenha sido, só, por causa de não ser titular.

Acho estranho, ainda por cima vindo de um gajo que, pelo menos quando fala à comunicação social, sempre pareceu ser calmo e sensato. Embora isso também não queira dizer que isto não é mesmo o jogador a fazer birra. A novela só agora começou mas talvez nunca venhamos a saber toda a verdade.

Facto é que a Selecção perdeu o seu melhor central e agora só lá ficam os caceteiros.

Parecia o Benfica a jogar

Antes de mais, eu sempre disse que o Queiroz era o maior (vá, sem contar com o Jorge Jesus).

Depois das Costa do Marfim era preciso mostrar mais futebol. E porra, muito mais futebol que se jogou hoje. É óbvio que nunca ninguém consegue prever um resultado deste mas acho que nem os mais optimistas previram uma exibição destas. Eu não, de certeza.

Não há muito muito mais a dizer sobre o jogo, a não ser, que tudo o que podia correr bem, correu bem. Agora, Portugal continua sem ser candidato a ganhar o mundial mas vamos ver o efeito que esta exibição terá nos próximos jogos. O jogo com o Brasil parece que ficou menos complicado.

meh

Andamos uma época inteira a ver o Benfica jogar e depois chega-se a um Mundial como este e a malta ressente-se. Quase no fim da primeira jornada e ainda não aconteceu nada de realmente excitante.  Era bom que isto mudasse rapidamente. Não fosse o barulho irritante das vuvuzelas e eu ainda adormecia a ver um jogo.

Só vi os últimos 30 minutos do jogo de Portugal mas pelo que me pareceu devem ter sido mais 90 minutos de sonolência. Matematicamente, o empate nem é muito mau mas se não aparece mais futebol a coisa não vai correr bem.

Portugal fora do Euro

Mais cedo do que muita gente esperava, Portugal está fora do Europeu. É uma pena mas é a vida. Uns ganham outros perdem. Embora ache que ainda assim perdemos uma excelente ocasião para ganhar o Euro ou de pelo menos chegar a outra final.

Podemos arranjar muitas razões extra-futebol para o desaire. A novela da ida do Cristiano Ronaldo para o Real Madrid, o anúncio da contração do Scolari pelo Chelsea, etc. De certeza que não ajudaram mas para mim não é claro que tenham sido estas as razões fundamentais para o insucesso. O que é claro é que sofremos dois golos de bola parada e neles (e também durante o jogo com a Rep. Checa) demonstrámos uma fragilidade e uma falta de treino que não é normal, principalmente quando se joga a este nível e se quer ganhar um europeu.

Portugal – República Checa

Bem que nos enganaram os checos com a sua exibição frente à Suíça. Apesar do jogo muito complicado, também por culpa de algum desacerto português, especialmente na primeira parte, Portugal acabou por ganhar bem e garantir a passagem aos quartos de final e o primeiro lugar no grupo.

A exibição, embora não tão boa quanto a do primeiro jogo, mostrou que Portugal continua forte e capaz de aguentar o embate, excepto nas bolas paradas, com equipas mais fortes fisicamente.

Agora segue-se o jogo com a Suiça que não serve para mais do que para cumprir calendário, tanto para nós, com o primeiro lugar garantido, como para os suiços, condenados ao último.