Tenho que desconfiar

Não só, agora, da venda do Roberto mas também da sua compra. Os valores envolvidos simplesmente não são normais. Primeiro, a compra por um valor exagerado para a carreira que tinha feito até ao momento. Depois a venda, com lucro, após uma época em que só um maluco poderá dizer que o jogador se valorizou.

Claro que o meu entendimento de finanças é quase nulo e isto até pode ser tudo normal.

Se forem mesmo este os valores e se tiver tudo corrido dentro da normalidade só posso interpretar de uma forma. Fomos enganados no primeiro negócio e agora arranjámos um estúpido ainda maior para enganar. O que é de valor mas no fim a soma é zero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *