A cadeira dos sonhos

Diz que era do Porto desde pequenino. O pintinho chegou a dizer que mesmo que alguém pagasse os 15 milhões de euros tinha a certeza que o André Villas-Boas não saía. Acabem-se com as ilusões, no futebol, em qualquer clube, o dinheiro é que manda.

Diz-se também que foi pouco ético. Talvez. Como também terá sido pouco ético ter “rasgado” um pré-acordo com o Sporting para assinar pelo Porto. Por outro lado, quem é que recusava ir ganhar 5 vezes mais, se tivesse a oportunidade.

E chegar ao Chelsea com apenas época e meia como treinador principal, nem no Football Manager…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *