Curta

Bem que o resultado podia ser outro. Um segundo golo, quem sabe um terceiro, não tinha ficado nada mal no resultado final. Fica a consolação de não termos sofridos golos, o que pode ser importante nas contas finais.

A exibição foi uma das melhores da temporada. Nuno Gomes incansável no meio dos centrais, Ricardo Rocha a limpar a defesa e Moreira encarregado do que sobrava, Petit todo o terreno e João Pereira a dar a magia que faltava. A juntarem-se exibições seguras do resto da equipa (com uma ou duas excepções) isto dá um vitória clara que só peca por escassa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *